segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Pão de Ló de Laranja...e um clássico!



Minha irmã preparou um lanche super caprichado na casa dela, vários belisquetes salgados que adoro enriqueceram a mesa, para encerrar, um doce que vale por muitos...fondue de chocolate.
Além de frutas picadas, ela fez um bolo macio e de sabor suave para banharmos no chocolate.
A receita é um pão de ló de laranja, fofo e amarelinho, meu filho que torce o nariz para frutas, adorou a opção.
Como a receita rende um bolo grande, acabei ganhando um pedaço que trouxe para casa, aqui na minha cozinha ele se transformou num clássico dos anos 80, bolo gelado.

Pão de ló de laranja
(receita daqui)

- 6 ovos grandes - claras e gemas separadas
- 2 e 1/2 xícaras de açúcar peneirado
- 2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo peneiradas
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 1 colher (chá) de essência de baunilha
- 250ml de suco de laranja

Modo de preparo:

Unte e enfarinhe uma forma redonda de 28cm.Preaqueça o forno a 180ºC.
Passe as gemas pela peneira (assim não terá odor de ovo), na batedeira, bata até ficar cremoso, junte o açúcar peneirado aos poucos e continue batendo até obter uma mistura fofa e homogênea.
Adicione a baunilha e misture bem.
Bata as claras em neve e acrescente aos poucos à mistura de gemas e açúcar.
Adicione a farinha, já misturada com o fermento, alternando com o suco de laranja, mexa delicadamente.
Despeje na forma preparada e leve ao forno por aproximadamente 35 minutos.

Rende uma massa alta e bonita, base para outras receitas de sua preferência.

Para o bolo gelado, corte fatias "gordinhas" de bolo, passe em uma mistura de leite condensado, leite e essência de baunilha ( se quiser, junte também, leite de coco), vire as fatias para que absorvam o leite por todos os lados, cubra com coco ralado e embrulhe em papel alumínio.
Leve à geladeira e deixe descansar por no mínimo 2 horas antes de servir.
Fica melhor de um dia para o outro! ; )


Uma proveitosa e democrática semana a todos!!

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Antepasto de Berinjela, uma Caponata Especial!


Sei que receita de antepasto com berinjela não é novidade para ninguém, eu mesma já trouxe  uma versão rápida, feita direto na frigideira, que fica muito boa.
Mas essa caponata que trago hoje, é especial, o melhor antepasto de berinjela que já provei, já repeti tantas vezes que perdi a conta, mas sempre esquecia de fotografar...dessa vez me lembrei!rs
Sigo sempre a base original que vi no saudoso blog Rainhas do Lar (hoje desativado), com pequenas alterações que agradam meu paladar.

Antepasto de berinjela

- 3 berinjelas médias
- 1 a 2 cebolas médias
- 1 pimentão amarelo
- 1 pimentão verde
- 1 maçã sem casca
- azeitona preta e verde, uva passa e tomate uva a gosto
- folhas de manjericão e salsa fresca a gosto
- orégano seco, folhas de louro e pimenta calabresa seca a gosto
- alhos inteiros a gosto
- azeite de oliva para regar generosamente
- sal a gosto
- papel alumínio para cobrir


Pique todos os ingredientes em cubos pequenos, distribua-os em uma assadeira grande, junte os temperos e misture bem.
Regue generosamente com o azeite de oliva, cubra com papel alumínio e leve ao forno por cerca de 30 minutos.
Retire o papel e deixe assar por aproximadamente mais1 hora ou até que chegue ao ponto de sua preferência, eu gosto de apurar bem os sabores, então deixo cerca de 1:30h.
Mexa de vez em quando para assar por igual, se achar necessário, regue com mais azeite.

Na minha opinião a maçã é que dá o toque especial nessa receita, mas as passas, o manjericão e o leve toque de pimenta, deixam ela irresistível.

Pode ser guardado na geladeira por até 10 dias em vidro esterilizado.


Sirva quente ou frio, com pãezinhos, torradas ou com um biscoitinho salgado de arroz, como esse que encontrei no supermercado e achei bem gostoso.

Presenteei uma amiga com um potinho de antepasto, como ela é toda light, adorou o mimo, sua sugestão foi usar como recheio de tapioca, fica a dica!rs


Um ótimo final de semana a todos!!

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Arroz Pilaf!


Navegando pelas cozinhas do mundo, me deparei com o arroz pilaf, popular no Oriente Médio, é preparado com especiarias e frito em um refogado de gordura e cebola.
Depois de ter lido um pouco a respeito, entendi que não há receita específica e sim uma variedade de combinações que você prepara a seu gosto.
Aqui mostro minha versão, uma combinação suave de especiarias e ervas, aproveitei para usar novamente a manteiga temperada que tinha feito no dia anterior.

Arroz Pilaf

- 1 xícara de arroz
- 1/2 colher (sopa) de manteiga - usei manteiga temperada (manjericão, tomilho e alecrim)
- 1/2 cebola média picada
- 1 fava de cardamomo amassada
- 1 pau de canela (pequeno)
- 1/4 colher (chá) de cominho em pó
- 1/4 colher (chá) de açafrão em pó
- sal a gosto
- folhas de salsa a gosto, para enfeitar (opcional)

Modo de preparo:

Em uma panela, refogue a cebola na manteiga de ervas. Adicione a canela e o cardamomo, mexa por alguns minutos até a cebola ficar transparente.
Coloque o arroz, junte o cominho, o açafrão e misture bem.
Cubra com água fervente (na quantidade que sempre costuma fazer) e deixe ferver em fogo baixo, experimente e corrija o sal se necessário, no meu caso a manteiga era salgada, então acrescentei só mais 1 pitada.
Depois de cozido, deixe descansar por alguns minutos ou até 1 hora.
Decore com a salsa picada e sirva a seguir.


Embora nas fotos o arroz pareça quase branquinho, ele ficou com um tom entre verdinho claro e amarelinho...suave, mas perceptível, algo que não afugentasse meu filho!rs

Servi como acompanhamento para o escalope de mignon do post anterior...fica saboroso, interessante e nos faz fugir um pouco do tradicional arroz branco.


Um excelente início de primavera a todos!!

domingo, 21 de setembro de 2014

Manteiga Temperada de Ervas...agregando sabor!





Há tempos queria provar manteiga temperada, tinha até mesmo emprestado um livro (em francês!rs) só sobre esse assunto, as variações são inúmeras e pode-se usar os ingredientes que se tem à mão para preparar a receita.
Na verdade não posso nem chamá-la de receita e sim, sugestão, tanto de sabor, como onde usá-la.

Usei um pote de 250g de manteiga com sal, deixe fora da geladeira por 2 horas, deve estar macia, não mole.
Pique as ervas frescas ou utilize secas de sua preferência, usei alecrim, tomilho, orégano e manjericão frescos e mais 1 pitada (bem pequena) de flor de sal, que aqui é opcional, pois minha manteiga já era salgada, se optar pela manteiga sem sal, sugiro acrescentá-lo, fará toda diferença.
Misture tudo, mexendo até que as ervas estejam bem incorporadas, leve à geladeira por 10-15 minutos para firmar um pouco (fica mais fácil de embalar).
Sobre filme plástico, distribua pequenos montinhos da manteiga, formando um rolinho comprido, enrole como um rocambole, feche bem as pontas, torcendo-as.
Leve ao congelador até o momento de usar.

Minha sugestão é dar um toque final sobre o escalope de mignon, assim que tirá-lo da frigideira ou do forno, coloque uma "fatia" da manteiga temperada por cima e sirva a seguir.

Também usei para preparar Arroz Pilaf, mas isso fica para o próximo post.



Como dizem os franceses...manteiga é o segredo da vida!
Com moderação, concordo com eles!rs


Desejo uma ótima e abençoada semana a todos!!


terça-feira, 16 de setembro de 2014

Arancini, Bolinho de Arroz Italiano!



Estão lembrados do Risoto de Cebolas Assadas e Linguiça que postei dias atrás, então, uma pequena sobra foi suficiente para preparar  esses deliciosos bolinhos de arroz ou arancinis, tradicionais da região da Sicília na Itália.
Na próxima vez que sobrar risoto, já sabe o que fazer, experimente esse saboroso aperitivo no dia seguinte.
É muito simples de fazer, o risoto guardado em geladeira, terá a consistência perfeita para moldar, apenas acrescentei um pouquinho mais de linguiça assada e picada (que também sobrou), cheiro verde picado e usei um cubinho de muçarela de búfala para rechear.
Umedeça as mãos, pegue 1 colher (sopa) do risoto e achate-o levemente, recheie com a muçarela e forme um bolinho, envolvendo inteiramente o queijo.Passe cada bolinho na farinha de trigo, depois no ovo batido e finalmente pela farinha de rosca.
Frite em óleo quente, por 3-4 minutos, até que fiquem bem dourados, deixe-os sobre papel toalha.
Sirva imediatamente.

Rend. 11 bolinhos




Desejo uma excelente semana a todos!!