sexta-feira, 21 de julho de 2017

Bolo de Pera e Nozes


Eu gosto de bolo simples, mas gosto ainda mais de bolo simples com um toque diferente.
Essa receita (e tantas outras que já passaram aqui) dá uma boa perspectiva do que estou falando...um bolo simples, com uma especiaria para aromatizar, uma fruta para agregar sabor e um fruto seco para a textura, resultado...delicioso!

Bolo de pera e nozes
(adaptado daqui)

- 1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo
- 1/2 colher (sopa) de canela em pó
- 1 colher (café) de gengibre em pó
- 2 colheres (chá) de fermento em pó
- 3 ovos
- 1 xícara de açúcar
- 50 g de manteiga amolecida
- 300ml de iogurte natural
- 1 pera
1/2 xícara de nozes grosseiramente picadas

Preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma redonda de 22cm. Reserve.
Misture os ingredientes secos, farinha, canela , gengibre e o fermento, reserve.
Na batedeira, bata os ovos com o açúcar até ficar um creme claro e leve. Junte a manteiga, o iogurte e bata novamente. Acrescente os ingredientes secos e envolva até a massa ficar homogênea.
Coloque a massa na forma, distribua a pera cortada em fatias finas por cima e salíque com as nozes.
Leve assar por 35-40 minutos ou até o teste do palito sair limpo.

O bolo ficou delicioso, mas eu queria as fatias de pera decorando lindamente sua superfície, embora percebesse pela consistência da massa, que isso não aconteceria! ;(
Caso experimente a receita e suas peras fiquem "lindas", venha me contar, por favor! ;)

Abençoado final de semana a todos!!

terça-feira, 18 de julho de 2017

Salmão com Creme de Alho Porró em Massa Folhada

Essa é a versão com peixe do famoso bife Wellington. 
Foi assim que encontrei a maioria das denominações, na minha opinião a receita com peixe é extremamente simples e muito mais fácil de preparar que o original bife, assim, achei por bem não nomeá-lo da mesma forma.
Nem por isso ela é menos saborosa, fiz duas porções individuais, uma com creme de alho porró para mim e outra simples, apenas com o salmão para meu filho.

Salmão com creme de alho porró em massa folhada

- 1 colher (sopa) de manteiga
- 1/2 cebola picada em cubos
- 1 alho porró
- 1/4 xícara de creme de leite
- 2 filés de salmão, sem pele
- sal e pimenta do reino
- noz moscada ralada
- 1 ovo para pincelar
- 1 folha grande de massa folhada descongelada
- gergelim para polvilhar, opcional

Preparo:

Em uma frigideira, derreta a manteiga e doure a cebola até ficar transparente. Junte o alho porró lavado e fatiado em rodelas finas, mexa e deixe cozinhar. Tempere com sal, pimenta do reino e a noz moscada ralada. Desligue e adicione o creme de leite, resfrie um pouco antes de usar.
Com cuidado retire a pele dos filés de salmão, tempere com sal e pimenta do reino dos dois lados.
Abra a massa folhada, divida-a em duas (se for uma grande), coloque o filé no centro de uma das partes, distribua metade do creme de alho porró por cima, pincele com o ovo batido as bordas internas da massa e embrulhe o salmão. Corte os excessos de massa, dobre as pontas que sobraram e coloque na assadeira com as bordas viradas para baixo. Repita com o outro filé.
Faça pequenos cortes na superficie da massa e pincele com o ovo batido, se quiser polvilhe com gergelim.
Asse a 180º ou 200º por 30 minutos ou até que fique bem dourado.




Abençoada semana a todos!!

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Bolo de Banana com Farinha de Pão e Gotas de Chocolate

Eis aqui um bolo simples, de liquidificador, mas surpreendentemente gostoso!
Aliás, muito gostoso, sabor e aroma intenso de banana e canela, massa úmida, gotinhas de chocolate e a casquinha crocante, humm...amei!!

Bolo de banana com farinha de pão e gotas de chocolate
(adaptado daqui)

- 3 bananas bem maduras (são mais doces e mais saborosas)
- 3 ovos
- 2/3 de xícara de óleo
- 1 e 1/2 xícara de açúcar
- 2 e 1/2 xícaras de farinha de pão (uso caseira)
- 1/2 colher (sopa) de canela
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 1/2 xícara de gotas de chocolate ao leite
- açúcar demerara para polvilhar, opcional

Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma assadeira retangular média, reserve.
No liquidificador bata as bananas com os ovos, o óleo, o açúcar, a canela e a farinha de pão.
Por último coloque o fermento e bata rapidamente, apenas para misturar (se preferir, misture a fainha de pão e o fermento fora do liquidificador, sem bater).
Despeje na forma preparada, espalhe as gotas de chocolate por cima e polvilhe com o açúcar demerara (se for usar).
Leve assar por 40-50 minutos ou até o teste do palito sair limpo.



Ótimo final de semana a todos!!

terça-feira, 11 de julho de 2017

Bolinhos de Azeitona Preta e Tomate Seco

Esses bolinhos salgados são perfeitos para aperitivo ou para um lanche leve no final da tarde.
O preparo é simples e ficam prontos num instante, vocês irão amar servir essas belezinhas!

Bolinhos de azeitona preta e tomate seco
(do livro Bolinhos, salgados e doces - Ilona Chovancova)

- 120g de farinha, cerca de 1 xícara
- 2 ovos
- 70g de queijo gruyère ralado, usei parmesão
- 7 colheres (sopa) de leite
- 7 colheres (sopa) de azeite de oliva
- 1/2 colher (chá) de fermento em pó
- sal e pimenta 
- 1 pitada de açafrão da terra em pó, opcional
- 100g de tomate seco
- 100g de azeitonas pretas sem caroço

Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe seus moldes de bolinhos (usei de silicone).
Corte grosseiramente os tomates secos e pique as azeitonas, reserve.
Em uma tigela bata ligeiramente os ovos com o azeite e o leite. Acrescente a farinha, o queijo ralado, os tomates e a azeitona (guarde algumas para decoração). Tempere com sal e pimenta, apenas uma pitada e o açafrão se for usar.
Junte o fermento em pó e misture delicadamente.
Divida a massa entre as forminhas, decore a superfície dos bolinhos com a azeitona reservada e leve para assar por 25-30 minutos ou até que dourem.

Rend. 6 bolinhos


Excelente semana a todos!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Pãezinhos de Açafrão e Páprica com Semente de Linhaça Dourada

Por aqui não ficamos muito tempo sem um pãozinho feito em casa. Se a semana está corrida, uso uma daquelas receitas infalíveis, acrescento alguma semente ou especiaria, mudo um pouco a apresentação e voilá, está feita a alegria do lanche com pão quente e café com leite!

Pãezinhos de açafrão e páprica com linhaça dourada

- 1 ovo
- leite o quanto baste para completar a medida (ou água)
- 1 colher (sopa) de açúcar
- 1 colher (chá) de sal
- 2 colheres (sopa) de azeite de oliva (ou manteiga)
- 3 xícaras de farinha de trigo, aproximadamente
- 1 colher (sopa) de fermento biológico seco
- 1 colher (chá) de açafrão da terra em pó
- 1/2 colher (chá) de páprica
- sementes de linhaça dourada para polvilhar, opcional
- clara de ovo para pincelar*

Preparo:

Quebre o ovo dentro de um copo medidor, complete com leite até atingir 240ml.
Usei a mfp para sovar. Ao término do tempo, retire a massa, molde os pãezinhos (fiz bolinhas) e disponha numa forma untada ou forrada com papel manteiga**.
Deixe crescer por 1h e 30 minutos ou até dobrar de volume.Pincele com clara de ovo e polvilhe a linhaça. Leve assar até que dourem a seu gosto.
Para fazer à mão, misture todos os ingredientes e sove por cerca de 10 minutos, deixe descansar para crescer, até dobrar de volume. Depois siga os passos acima.

*Muito livros dedicados ao preparo de pães indicam pincelar com água para polvilhar sementes, mas já testei algumas vezes e elas se soltam totalmente após os pães assarem.
Se você, assim como eu, quer as sementes grudadinhas, pincele com ovo batido ou somente com a clara que funciona como uma ótima "cola".
**Se optar pelo papel manteiga para forrar a forma, aguarde os pãezinhos esfriarem para soltá-los, caso contrário estarão grudados no papel (basta olhar minha última foto, rs).

Deixei alguns sem as sementes, coisas de filho. ;(


Excelente final de semana a todos!!

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Bolo de Chocolate e Brigadeiro...e os 19 anos do filho


Lá se vão 19 anos de muito amor, lembro bem da sua carinha gorducha quando nasceu, parece que foi ontem.
Não seria a mesma coisa sem bolo de aniversário, sem bolo de mãe e segundo ele, sem recheio e cobertura, rs...então na quinta-feira à noite fui pra cozinha, eis o resultado!
Depois de mais de 10 anos usando a mesma massa, resolvi tentar outra receita, escolhi a da Oslaine, do Fazendo Arte, nunca falham. A cobertura e recheio é um brigadeiro mole, apenas acrescido de creme de leite.

Bolo de chocolate e brigadeiro

- 3 ovos
- 1 e 1/2 xícara de açúcar
- 1 xícara de iogurte natural
- 1/2 xícara de óleo
- 1 colher (café) de essência de baunilha
- 1 e 3/4 xícara de farinha de trigo
- 3 colheres (sopa) de chocolate em pó (50% cacau)
- 1 colher (sopa) de fermento químico em pó
- raspas de chocolate e confeitos de cereal para decorar, opcional

Recheio e cobertura:
- 1 lata de leite condensado
- 100ml de creme de leite
- 2 colheres (sopa) de chocolate em pó (50% cacau)
- 50g de chocolate meio amargo picado, usei gotas
- 1/2 colher (sopa) de manteiga


Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC.
Unte e enfarinhe uma forma redonda de 20cm. Reserve.
Peneire a farinha, o chocolate e o fermento, reserve.
Na batedeira coloque o açúcar e os ovos e bata até ficar um creme claro e fofo.
Misture o iogurte, o óleo e a essência de baunilha. Adicione a mistura de farinha reservada e misture somente até incorporar tudo.
Leve ao forno por aproximadamente 40 minutos ou até o teste do palito sair limpo.
Deixe esfriar na forma por 10 minutos, desenforme e deixe esfriar completamente.

Enquanto isso, prepare o brigadeiro.
Leve todos os ingredientes ao fogo médio e vá mexendo até que comece a engrossar, cerca de 10 minutos após a fervura. 
Corte o bolo já frio ao meio, eu costumo regar a massa com guaraná ou suco de laranja (algumas colheradas para umedecer). Espalhe metade do brigadeiro, cubra com a outra metade do bolo, regue novamente e espalhe o restante do brigadeiro, deixe escorrer naturalmente sobre o bolo.
Decore com raspas de chocolate e confeitos de cereal, opcional.
Leve à geladeira até a hora de servir.

Nós não medimos esforços para vermos nossos filhos felizes não é mesmo?!
Imagine apenas fazer um bolinho! ;D




Felicidade a todos!!

terça-feira, 27 de junho de 2017

Bolo de Cenoura e Nozes para o Chá


Mais uma receita deliciosa da Martha Stewart, massa amanteigada, leve e extremamente macia, daquelas que desmancham na boca, muito, muito bom!
Carrot tea cake, o nome inglês sugere um bolo para o chá e assim foi, a combinação é perfeita!

Bolo de cenoura e nozes

- 1 xícara e 1/4 de farinha de trigo
- 10 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente, usei 8 colheres
- 1/2 xícara e 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
- 2 ovos grandes
- 1 e 1/2 colher (chá) de essência de baunilha
- 1 xícara de cenoura ralada
- 1 colher (chá) de fermento químico
- 1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- 1 colher (chá) de sal grosso, usei refinado
- 1/2 xícara de nozes grosseiramente picadas
- açúcar de confeiteiro para polvilhar, opcional

Preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de furo central.
Bata a manteiga com o açúcar até ficar um creme claro e fofo. Adicione os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Junte a baunilha e a cenoura ralada, bata para combinar bem. 
Depois acrescente a farinha, o fermento, o sal e o bicarbonato, misture bem e coloque as nozes picadas (tostei ligeiramente na frigideira antes de picar).
Coloque na forma e leve assar por aproximadamente 30 minutos ou até que o teste do palito saia limpo. Deixe esfriar na forma por 5 minutos, vire sobre uma grade e deixe esfriar completamente.
Polvilhe o açúcar de confeiteiro.



Uma semana produtiva e de paz a todos!!

sábado, 24 de junho de 2017

Frango Dourado com Vegetais e Batata Gratinada

Essa receita está no livro 15 minutos e pronto do Jamie Oliver, como a maioria da comida que ele prepara, me pareceu uma combinação interessante e saborosa. Resolvi experimentar.
Meu filho gostou do frango temperado com alecrim e claro, do bacon que o acompanha!
Gastei bem mais que 15 minutos e olha que fiz uma porção menor. rsrs

Frango dourado com vegetais e batata gratinada

Para o gratinado:
- 4 batatas médias
- 1 cebola
- azeite de oliva
- folhas de sálvia fresca
- 50 ml de creme de leite
- queijo parmesão
- 1 cubo de caldo de galinha, não usei, temperei ao meu gosto

Frango:
- 2 filés de frango sem pele
- ramos de alecrim fresco
- 2 fatias de bacon

Vegetais:
- 1 alho-porró
- folhas frescas de espinafre
- ervilha congelada, usei vagem sem fio picada

Preparo:
Corte as batatas em fatias finas (usei o mandolin) e cozinhe-as em água até que fiquem macias.
Descasque a cebola, fatie finamente e espalhe em uma assadeira com cerca de 2 colheres (sopa) de azeite. Tempere com sal, pimenta do reino, açafrão da terra e noz moscada ralada. Rasgue as folhas de sálvia e mexa regularmente, adicione um pouco de água se a cebola começar a grudar.

Enquanto isso prepare o frango. Sobre uma folha de papel manteiga, tempere o frango com sal, pimenta do reino e as folhas de alecrim. Dobre a folha cobrindo o frango e esmague-o com o rolo de massa, isso fará com que o alecrim se una aos filés, além de ficarem mais finos.
Coloque o frango na frigideira com um fio de azeite, virando após 3-4 minutos para dourar e cozinhar por dentro. Para finalizar, corte o bacon em tirinhas bem finas e acrescente à frigideira com o frango, mexa até que fique crocante e dourado.

Escorra bem a batata e coloque na assadeira com a cebola, misture bem e nivele a superfície. adicione o creme de leite, rale o queijo parmesão e leve ao forno para gratinar.
Para os vegetais, corte o alho-porró ao meio no sentido do comprimento, enxágue e corte em fatias finas. Em um fio de azeite, refogue o alho-porró, junte o espinafre e a vagem bem picadinha (ou a ervilha), mexa regularmente até que as folhas de espinafre murchem e a vagem fique tenra.
Faça uma cama com os legumes e disponha o frango com as tirinhas de bacon por cima.
Sirva com o gratinado de batata.


Excelente final de semana a todos!!

terça-feira, 20 de junho de 2017

Bolo de Compota de Maçã

Pensem em um bolo bom, perfumado, denso e saborosíssimo, é esse, bem do jeito que eu gosto!
A promessa de sabor estava na combinação de ingredientes, assim que bati os olhos na receita, marquei para fazer, espero que experimentem, é delicioso!
A receita completa, inclusive da compota de maçã, veio do site da Martha Stewart.

Bolo de compota de maçã

- 3 xícaras de farinha de trigo
- 2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio
- 1 colher (chá) de sal
- 1 e 1/2 colher (chá) de canela em pó
- 1 e 1/4 colher (chá) de cardamomo em pó, eu não tinha em pó, moí sementes no pilão e consegui 1/2 colher (chá)
- 1 xícara de manteiga sem sal em temperatura ambiente
- 2 xícaras de açúcar mascavo, usei 1 e 1/2 
- 1/4 xícara de mel
- 2 ovos grandes
- 2 xícaras de compota de maçã*
- açúcar de confeiteiro para polvilhar, opcional

Preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de furo central.
Em uma tigela misture a farinha, o bicarbonato, o sal, a canela e o cardamomo em pó. Reserve.
Na batedeira, misture a manteiga, o açúcar mascavo e o mel até ficar um creme leve e fofo.
Adicione os ovos, um a um, até ficar homogêneo. Continue batendo e acrescente a farinha aos poucos, bata até combinar tudo. Junte a compota de maçã e misture bem.
Coloque a massa na forma reservada e leve ao forno por 50-60 minutos ou até o teste do palito sair limpo.
Deixe esfriar sobre uma grade por 10 minutos. Desenforme e deixe esfriar completamente
Polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir.

*Compota de maçã:
- 2 a 3 maçãs descascadas e fatiadas
- 2 a 4 colheres (sopa) de açúcar, usei demerara
- 1 rama de canela
- 3/4 xícara de água
- 2 colheres (chá) de suco de limão fresco

Em uma panela coloque as maçãs fatiadas (usei o mandolin), o açúcar, a canela e a água.
Leve ao fogo e deixe ferver, reduza o fogo, tampe e deixe cozinhar mexendo ocasionalmente até que as maçãs estejam macias. Se precisar junte mais algumas colheres de água.
Retire do fogo, descarte a canela e acrescente o suco de limão.
Para usar na receita acima, espere esfriar e bata ligeiramente no processador até virar um purê rústico.



Excelente semana a todos!!

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Empanadas de Mendoza

Segundo a fonte da receita, essa é uma empanada mendocina, ou seja, da região de Mendoza na Argentina, se diferencia de outras por levar leite na massa e pela ausência de uva passa no recheio.
Provei empanadas em Buenos Aires (Argentina), eram boas, já as que comi em Lima, no Peru, eram sensacionais, uma combinação de sabores que dificilmente esquecerei.
Por serem as primeiras, achei que ficaram ótimas, foi o almoço do feriado por aqui! 
Dá um pouquinho de trabalho para fazer a dobra típica, o "repulgue", é preciso prática e como podem observar nas fotos, ainda tenho que pegar o jeito! 


Empanadas de Mendoza
(ligeiramente adaptada daqui)

- 3 xícaras de trigo, usei de 200ml
- 1 gema
- 1/2 xícara de banha ou manteiga, usei manteiga
- de 3/4 a 1 xícara de leite quente
- 1/2 colher (sopa) de sal

Preparo:

No processador misture a farinha de trigo e o sal. Adicione a manteiga e misture bem.
Junte a gema e o leite aos poucos, bata até formar uma massa, é rápido.
Retire a massa do processador, divida ao meio e forme duas bolas. Achate até formarem discos, embale-as separadamente em papel filme e leve a geladeira por 30 minutos.
Em uma superfície enfarinhada abra uma das massas até ficar bem fina, corte discos do tamanho desejado. 
Para montar as empanadas coloque uma colher do recheio* no centro de cada disco. Pincele as bordas da massa com clara de ovo ou água (não usei nada) para ajudar a fechá-las.
Dobre os discos formando uma meia lua, pressione gentilmente as bordas para uni-las bem. Deixe uma margem de 2cm para fazer a dobra tradicional das empanadas, que na Argentina chama-se "repulgue" ou feche usando um garfo como se fosse um pastel.
Distribua as empanadas em forma untada (usei tapete de silicone) e leve à geladeira para descansarem por 20-30 minutos.
Pincele com gema batida e leve ao forno preaquecido a 200ºC. Asse por aproximadamente 20 minutos ou até que dourem.

*Para o recheio prepare uma carne moída a seu gosto, apenas incrementando o tempero.
 Eu usei sal, pimenta do reino, pimenta calabresa seca, páprica, açafrão, cominho, canela em pó e orégano. Também coloquei cebola, azeitona verde picada, ovo cozido, salsa e cebolinha verde fresca picada, que deixam o recheio mais saboroso e próximo ao original.


Fiz algumas num formato redondo, apenas para tentar uma apresentação diferente e aproveitar toda a massa.

Excelente final de semana a todos!

terça-feira, 13 de junho de 2017

Dadinhos de Tapioca

Os dadinhos de tapioca tem aparecido com frequência em sites de comida, esta receita é do chef Rodrigo Oliveira do restaurante Mocotó em São Paulo. Servido como tira-gosto, é perfeito para acompanhar uma cerveja no happy hour ou para incrementar o lanche da tarde.
Lembra o pão de queijo, embora seu preparo seja totalmente diferente, nas versões frito ou assado é fácil de fazer e tem ótimo rendimento. Aqui em casa ficamos com a segunda opção, que além de mais saudável, achamos mais gostoso.
Fiz uma porção reduzida, as anotações estão ao lado.

Dadinhos de tapioca

- 500g de tapioca granulada - 375g
- 500g de queijo coalho ralado grosso - 375g
- 1 litro de leite integral- 750ml
- sal e pimenta do reino a gosto

Preparo:

Em uma panela grande coloque o leite para aquecer, tempere com sal e pimenta do reino, ao levantar fervura, desligue. Acrescente a tapioca previamente misturada ao queijo ralado e mexa bem até que fique homogêneo e comece a engrossar.
Despeje a massa em uma assadeira retangular forrada com plástico ou papel filme. Espalhe bem, nivelando a superfície com ajuda de uma colher e depois com as mãos (faça isso com a mistura ainda quente, depois de fria ela começa endurecer e não será possível moldar). Cubra com as sobras laterais do plástico.
Leve para gelar por 3 horas. Desenforme, retire o plástico e corte em cubos pequenos.
Leve para assar em assadeira antiaderente (usei um tapete de silicone) a 180ºC por cerca de 40 minutos ou até que estejam bem dourados.
Para fritá-los, aqueça uma frigideira funda com óleo, coloque uma porção de cada vez até que fiquem bem dourados. Retire e escorra em papel toalha.


A sugestão de acompanhamneto é um molho agridoce, servi com geleia de pimenta.

Ótima semana a todos!

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Risoto de Açafrão da Terra com Frango e Alho-Porró

Receita de risoto já não é novidade para a maioria de vocês, mas não resisto em dividir as versões que faço na minha cozinha usando aquilo que tenho na geladeira e fica sempre um prato sensacional, amo!
Seguindo essa linha, usei açafrão para enriquecer em cor e sabor meu arroz (sem falar das propriedades benéficas), peito de frango refogado com cebola e alho inteiro e alho-porró pra deixar tudo mais gostoso...eu comeria isso durante uma semana! rs

Risoto de açafrão com frango e alho-porró

Faça o risoto básico como esse aqui, acrescente apenas açafrão da terra em pó no lugar da raiz ralada e não use a mandioquinha.
 Para o frango, usei peito fatiado em pequenos filés (ou cubos) temperados com sal, pimenta do reino, cominho, salsa e cebola desidratado, vinho branco seco ou suco de limão e azeite.
Deixe marinar por no mínimo 20 minutos.
Leve ao fogo uma panela com um fio de óleo, coloque o frango e alguns dentes de alho inteiros, deixe fritar por alguns minutos, quando começar a dourar, pingue um pouco de água e deixe cozinhar devagar, vá pingando água vez ou outra, enquanto doura e cozinha.
Junte cebola picada e um alho-porró cortado em rodelas, deixe refogar para incorporar a cor e o sabor.
Finalize com cebolinha picada.
Sirva sobre o risoto, regue com um fio de azeite de oliva e polvilhe parmesão ralado na hora.


Excelente final de semana!

terça-feira, 6 de junho de 2017

Pão de Mandioquinha-Salsa


Já usei mandioquinha em várias preparações, adoro o sabor suave que ela agrega aos pratos, mas faltava-me o pão.
Embora seu sabor fique quase imperceptível, fiquei apaixonada! 
O resultado são lindos pãezinhos de massa amarelinha e extremamente macios, perfeitos para o lanche com manteiga, geleia ou mel.
Aproveite que estamos no início da safra, quando a qualidade melhora e o preço reduz (um pouco) e faça essas pequenas delícias. A receita fui buscar no Pecado da Gula, que embora não esteja sendo atualizado, tem um acervo incrível.

Pão de mandioquinha-salsa

- 450g de farinha de trigo aproximadamente
- 250g de mandioquinha cozida e amassada, usei 1 xícara de 250ml
- 2 ovos médios
- 1/4 xícara de leite ligeiramente morno
- 1/2 xícara de óleo
- 1 colher (sopa) de manteiga, esqueci de colocar, mas acho que não fez falta
- 2 colheres (sopa) de açúcar
- 1/2 colher (chá) de sal
- 1 colher (sopa) de fermento biológico seco
- 1 ovo batido para pincelar

Preparo:

Usei a mfp para sovar. 
Para fazer à mão, coloque metade da farinha numa tigela, junte o fermento e misture, adicione o açúcar, os ovos e a mandioquinha ainda morna com o leite.
Misture muito bem até que a massa fique elástica, junte mais um pouco de farinha à massa, incorpore o óleo, a manteiga (se for usar, eu esqueci) e o sal.
Misture e sove até que toda farinha tenha sido incorporada, se precisar vá juntando o restante da farinha (eu não precisei de tudo).
Forme uma bola com a massa e deixe descansar até dobrar de volume.
Depois desse tempo retire o ar acumulado na massa, divida e molde bolinhas conforme o tamanho desejado. Distribua em forma untada ou forrada com papel manteiga, cubra e deixe crescer novamente até que dobrem de volume e colem umas nas outras. Pincele com o ovo batido.
Leve ao forno preaquecido a 180ºC por 25-30 minutos ou até que dourem.

Rend. 19 unidades

Essa foto é do dia seguinte, permaneceram tão bons quanto no dia anterior.

Uma semana abençoada a todos!!

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Couve-Flor à Milanesa


Não me lembrava da última vez que havia comido couve-flor. 
Tenho na memória os pequenos buquês empanados que minha mãe fazia, uma espécie de tempurá abrasileirado, eram tão bons que brigávamos para comê-los antes mesmo da refeição ser servida...enlouquecíamos minha mãe, rs.
Essa versão é diferente em aparência e sabor daquela que minha mãe preparava, mas resulta em pedaços crocantes por fora e tenros por dentro, o sabor da páprica está sutilmente presente e se optar por servir com um molho de acompanhamento, fica muito gostoso.

Couve-flor à milanesa
(ligeiramente adaptado daqui)

- 1/2 xícara de leite
- 1/2 xícara de farinha de trigo
- 1/4 colher (chá) de páprica defumada
- 1/4 colher (chá) de açafrão da terra
- sal
- 1 couve-flor pequena cortada e pré-cozida
- 1 e 1/2 xícara de farinha de pão ou panko

Preparo:
Lave, separe em pequenos buquês e cozinhe a couve-flor por cerca de 4 minutos.
Escorra bem e reserve.
Em uma tigela misture, o leite, a farinha, a páprica, o açafrão e o sal.
Mergulhe os pedaços (ou buquês) da couve-flor na mistura, em seguida passe-os na farinha de pão.
Frite em óleo quente e deixe escorrer em papel absorvente.
Salpique com folhas de salsa e cebolinha e sirva com o molho de sua preferência.

Fiz um molho misturando iogurte natural, mostarda e uma pitada de sal que combinou muito bem!

Excelente final de semana a todos!

terça-feira, 30 de maio de 2017

Batata-Doce Assada com Alho, Páprica e Açafrão


Gosto muito de batata-doce, depois que descobri que ela fica deliciosa assada, esse tubérculo virou figurinha fácil na minha cozinha.
As de polpa laranja e casca avermelhada são de uma variedade chamada Covington ou Beauregard, possuem uma textura mais agradável e um sabor mais suave que a batata-doce de polpa branca.
É minha preferida no momento.
Costumo fazer a branca com alecrim e azeite, ficam muito boas, mas hoje resolvi adaptar uma receita do livro O que tem na geladeira?, da Rita Lobo.
Fica bom demais, comi essa porção da foto sozinha!! ;D

Batata-doce assada com alho, páprica e açafrão

- 3 batatas-doces pequenas
- 1/2 colher (chá) de páprica doce
- 1/2 colher (chá) de açafrão da terra
- 1/2 colher (chá) de alho granulado ou em pó
- sal a gosto
- 3 colheres (sopa) de azeite ou a gosto

Preparo:
Misture o azeite com a páprica, o açafrão e o alho. Reserve.
Descasque e corte as batatas em cubos médios.Cozinhe os cubos em água por 4 minutos.
Escorra bem e transfira para a tigela com o azeite e os temperos. Misture bem para envolver todos os pedaços.
Distribua-os em uma assadeira, espalhando bem (quanto mais espalhados, mais crocantes ficam), tempere com sal.
Leve ao forno médio por aproximadamente 30 minutos, na metade do tempo, vire os cubos para dourarem por igual.
Sirva a seguir como um delicioso acompanhamento ou mesmo como petisco.


Uma semana produtiva e tranquila a todos!!

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Biscoitinho de Limão

Estava com saudade de ter biscoitinhos caseiros na minha cozinha, o clima outonal pede e eu, embora morosa, atendo!
Esses são especialmente macios e aromáticos, me surpreenderam pela simplicidade no preparo e gostosura do resultado.

Biscoitinho de limão

- 2 colheres (sopa) de manteiga, em temperatura ambiente
- 1/2 xícara de açúcar
- 1 ovo
- raspas de 1 limão + 2 colheres (sopa) de suco de limão, usei siciliano
- 2 xícaras de farinha de trigo
- 2 colheres (chá) de fermento químico
- açúcar de confeiteiro qto baste

Preparo:
Forre com papel manteiga uma assadeira retangular grande.
Junte todos os ingredientes  e misture até ficar homogêneo.
Cubra com pano de prato limpo e deixe descansar por 1h.
Faça bolinhas, passe-as no açúcar de confeiteiro, distribua na forma e leve assar a 180ºC por aproximadamente 15 minutos.

Rend. 30 unidades


Excelente final de semana a todos!!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Bolo de Beterraba com Calda de Chocolate


Todo mundo gosta de bolo de cenoura com calda de chocolate, não é mesmo?! 
Essa receita segue o mesmo princípio, usa a linda beterraba para dar cor e sabor à massa e o resultado, além de saboroso, é visualmente gracioso.

Bolo de beterraba com calda de chocolate
(adaptado daqui)

- 3 beterrabas pequenas em pedaços
- 2 ovos
- 75ml de suco de limão
- 1/4 xícara de óleo
- 1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
- 1 e 1/2 xícara de açúcar, usei apenas 1 xícara
- 1/2 colher (chá) de fermento em pó, usei 1 colher chá
Para a calda: 1/2 xícara de chocolate em pó + 1 xícara de açúcar + 3 colheres (sopa) de leite + 2 colheres (sopa) de manteiga

Preparo
Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de furo central.
No liquidificador bata a beterraba, os ovos, o óleo e o suco de limão. Reserve.
Em uma tigela peneire a farinha, misture o açúcar e o fermento.
Junte a beterraba batida aos secos e misture bem.
Despeje na forma reservada e leve assar por aproximadamente 30 minutos* ou até o teste do palito sair limpo.
Para a calda, leve os ingredientes ao fogo, quando ferver e engrossar um pouco, está pronta.
Verta a calda sobre o bolo frio, ela vai secar e formar uma casquinha.
*Me distraí com o tempo de forno e meu bolo acabou ficando bem moreninho, não se distraia, rs.



Um excelente final de semana a todos!!